O TRADICIONAL E ENCANTADOR RIBEIRÃO DA ILHA.

Por que morar aqui é uma experiência maravilhosa?

Fundado em 1809, o Ribeirão da Ilha – bairro ao Sul de Florianópolis – guarda séculos de encantamento em suas ruazinhas, ladeadas por casinhas coloridas alinhadas de frente para o mar. Um mar que, aliás, é calmo e límpido, pontilhado por barquinhos de pesca.

Essa é a paisagem principal e mais turística que se guarda do bairro. Mas o Ribeirão da Ilha ainda tem muito mais a oferecer. O distrito é extenso: vai desde o Trevo do Erasmo – região chamada de Alto Ribeirão, que inclui morros, ruas mais movimentadas e comércio desenvolvido – até o extremo Sul, já próximo à Praia de Naufragados. Ou seja, vai do interior da Ilha de Santa Catarina até as praias da Costa Oeste, viradas para o Continente.

Com toda essa extensão, o bairro é cheio de contrastes: de um lado, a tranquilidade da praia, do outro, morros que dão acesso a ruas desenvolvidas e a outras praias mais agitadas. De um lado, as tradicionais casinhas de arquitetura portuguesa e logo ali, a marina que abriga lanchas e jet skis para fazer passeios pela ilha. Divergências que se complementam, fazendo do local ainda mais encantador.

Descubra outros segredos e novidades do Ribeirão da ilha:


Belezas naturais

Um dos bairros mais tradicionais da Ilha de Santa Catarina, o Ribeirão da Ilha tem cenário bucólico e encantador. Quando encontra com a orla, há uma dezena de pequenas praias, de águas calmas, onde é tradicional o cultivo de moluscos marinhos. Aliás, o bairro é conhecido como o maior produtor de ostras do Brasil. E a calmaria das águas parece pairar por todo lugar, tamanha a tranquilidade do local.

O cenário é perfeito para praticar stand up paddle, canoagem ou pesca (parace até cena de filme!). Isso sem falar que a praia de mar calmo e areia mais compacta é ideal para as crianças brincarem em ambiente seguro. E dá para escolher pontos diversos da costa, desde praias mais próximas ao centrinho do bairro, onde há restaurantes variados, até praias mais preservadas e sossegadas, no extremo Sul.

O Ribeirão da Ilha ainda abriga o ponto mais alto da parte insular de Florianópolis, o Morro do Ribeirão. E o extremo sul do bairro também fica próximo a uma das trilhas mais famosas da ilha, que vai da Caieira Barra do Sul até a praia de Naufragados.


Diferenciais para morar

O Ribeirão da Ilha é o segundo bairro mais antigo de Florianópolis e ainda conserva muitos registros da colonização açoriana. Além da arquitetura colonial portuguesa que faz do centrinho do bairro um enfileirado de casinhas coloridas de frente para o mar, também são muito comuns por ali os comércios da tradicional renda de bilro, de balaios e de cestos de cipó; as apresentações de boi de mamão e pau de fita; e as festas religiosas como a Festa do Divino.

Mas o bairro não se resume a essa parte mais tradicional, famosa pelas lindas paisagens e pela gastronomia. No Alto Ribeirão, por exemplo, mais próximo ao Leste da ilha, há diversos loteamentos e condomínios, além de comércio variado.

E o desenvolvimento tende a continuar, com a construção do novo acesso ao Sul da Ilha, que deverá encurtar as distâncias entre o bairro e o Centro de Florianópolis, atraindo também mais investimentos para a região.

Essa dualidade do bairro, com fácil acesso à tranquilidade e ao desenvolvimento, tem atraído muitos novos moradores. Afinal, imagina que maravilha estar a poucos minutos de uma praia agitada como a do Morro das Pedras e, ao mesmo tempo, pertinho de um renomado restaurante de frutos do mar. Ou então, ter por perto a tradição e calmaria local e, logo ali na marina, uma lancha pra passear e curtir outras lindas paisagens. Simplesmente perfeito!


Comércio e serviços

O comércio local do Ribeirão da Ilha atende as necessidades dos moradores. Há mercados, farmácias, padarias, etc.

O destaque fica para a gastronomia. Há dezenas de restaurantes no Ribeirão da Ilha, principalmente, estabelecimentos especializados em frutos do mar, especialmente, em ostras, claro. Muitos deles, são premiados, famosos nacionalmente, reconhecidos pelos principais meios de comunicação. Além disso, muitos ainda possuem deck’s para atracar lanchas e descer direto no restaurante.


Distâncias

Como o bairro é extenso, as distâncias podem variar, dependendo se você está no Alto Ribeirão, no extremo Sul ou no centrinho do Ribeirão. Aproximadamente:

  • de 18 a 36 km do Centro;
  • de 19 a 34 km do Aeroporto;
  • de 18 a 28 km da Lagoa da Conceição.

Quer encontrar um imóvel na região? Então, entre em contato com a Santa Ilha pelo [email protected] ou clique no botão ao lado